A Faculdade de Enfermagem de Catanduva (FEC) iniciou seu curso de graduação em agosto de 2000, autorizado pela Portaria MEC nº 462/2000, de 05.04.200. A FEC foi reconhecida pela Portaria nº 2064, de 09.06.2005. Em 2007, com a integração das faculdades, a FEC passou, com alteração na sua estrutura didática e administrativa, a integrar as Faculdades Integradas Padre Albino - FIPA, atualmente Centro Universitário Padre Albino – UNIFIPA credenciado através da portaria nº 1.519, de 05 de dezembro de 2017, com a homologação do Parecer nº 482/2017 da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, divulgada no Diário Oficial da União.

Ao longo, têm ocorrido vários movimentos no campo educacional e da saúde, visando o estabelecimento e o fortalecimento das políticas públicas de ampliação do acesso da população estudantil ao Ensino Superior e da Reforma Universitária em vigor. Em 2001 foram aprovadas as Diretrizes Curriculares para os cursos da área da saúde, delineando novas propostas para a organização do ensino e a formação de profissionais voltados para o modelo assistencial em saúde fundamentado nas diretrizes políticas do SUS. Em 2005 foi aprovada uma nova matriz curricular para o Curso de Graduação em Enfermagem, contemplando as mudanças na construção do currículo, com vigência a partir de 2006.

O reconhecimento oficial do curso, ocorrido em junho de 2004, apresentou relatório de avaliação das condições de ensino com conceito “CMB”, nota máxima possível nas dimensões de Organização Didático-Pedagógica e Instalações e conceito “CB” na dimensão Corpo Docente após visita in loco por Comissão Avaliadora do MEC.

Os resultados alcançados em todas as instâncias do processo de avaliação institucional realizados pelo MEC/SESU reforçam o empenho de seus dirigentes e professores para a oferta de um ensino de qualidade voltado às atividades de assistência, pesquisa e extensão e de responsabilidade social para com a população de Catanduva e região.

O exercício da docência apresentado por quadro de 16 professores (08 doutores, 07 mestres e 1 especialista) e a integração das várias instâncias didático-pedagógicas e administrativas consolidaram este curso como um centro de formação profissional de excelência e qualidade na área da enfermagem. O Curso graduou 479 alunos entre 2004 e 2015, a maioria deles inseridos no mercado de trabalho local e regional.

Apesar do contexto apresentado, foi observado gradual decréscimo no número de candidatos inscritos nos processos seletivos de ingresso no Curso de período integral (ver quadro abaixo), traduzindo os resultados das avaliações internas realizadas pela Comissão Própria de Avaliação - CPA sobre a realidade do corpo discente composto de alunos com diversas atividades profissionais, diferentes faixas etárias, responsabilidade financeira familiar e residência na micro região de Catanduva.

Relação Número de Inscritos – Vagas Oferecidas no período de 2000 a 2008

Curso de Enfermagem – Integral

Processo Seletivo

Vagas Oferecidas

Nº Candidatos Inscritos

Relação Candidato X Vaga

Matrículas 1ª Série

Série

Final

2000

45

155

3,50

45

36

2001

45

108

2,04

45

42

2002

60

95

1,58

60

49

2003

60

84

1,40

60

47

2004

60

86

1,43

60

41

2005

60

77

1,30

39

30

2006

60

74

1,23

60

39

2007

60

55

0,91

44

34

2008

60

41

0,68

32

23

Diante da necessidade de adaptação da matriz curricular à realidade do corpo discente, em 2007, foi proposta a criação do Curso de Graduação em Enfermagem Noturno, com 30 vagas, autorizado pela Portaria nº  60 de 21.01.2008.

Na Congregação da UNIFIPA de 10.06.2008, foram aprovadas alterações de vagas iniciais para o curso de Enfermagem. Definiu-se a substituição do período integral, com 60 vagas, por curso matutino com 30 vagas e noturno com 60 vagas, totalizando, assim, oferta anual de 90 vagas iniciais. Deliberou-se também o ajuste da carga horária de 3.618 horas para 3.420 horas para o curso, nos novos períodos.

Essas alterações foram protocoladas na SESu/MEC, em 22.08.2008, com base na Portaria Normativa nº 40 de 12.12.2007.

Em 2009, o curso de Enfermagem iniciou as turmas do matutino, com 30 vagas e do noturno, com 60 vagas, ambas com matriz curricular de 3.420 horas e duração de 4 anos. As séries remanescentes de tempo integral foram se extinguindo com o passar dos anos. Em 2011, a última turma encerrou a matriz de tempo integral.

A maioria dos egressos do Curso encontra-se trabalhando no município de Catanduva, nos hospitais de ensino da Fundação Padre Albino, Hospital São Domingos, Hospital Psiquiátrico Mahatma Gandhi, nos programas especializados e Unidades do Programa de Saúde da Família da Secretaria Municipal de Saúde de Catanduva, em hospitais e na rede municipal de saúde da região. Outros estão inseridos em centros de referência nacional em saúde, como o Hospital de Base de São José do Rio Preto/SP, o INCOR – Instituto do Coração de São Paulo/SP, o Centro Infantil Boldrini de Campinas/SP, e Hospital Moinhos de Ventos de Porto Alegre/RS.

A cidade de Catanduva, bem como a região é um importante centro de assistência médica com expressão dos serviços especializados dos hospitais de ensino da Fundação Padre Albino e dos serviços de assistência básica, na Prefeitura Municipal. Conta, ainda, com importante polo sucroalcooleiro, que absorve a atuação do enfermeiro na saúde do trabalhador. Catanduva conta atualmente, com 06 escolas técnico-profissionais que ministram curso Técnico de Enfermagem, constituindo-se num ramo em expansão no trabalho da enfermagem.

O Curso de Enfermagem promoveu a formação de professores enfermeiros para este ensino profissionalizante, através da pós–graduação “lato sensu” em “Formação de Docentes em Saúde”, que concluiu a primeira turma, em 2009, e a segunda turma em 2010, totalizando 49 pós-graduados. O curso de “Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva e Urgência e Emergência”, formou, em 2010, uma turma com 27 pós-graduados.

 A atividade econômica e industrial da região, associada à qualidade dos serviços de saúde prestada à população de Catanduva e região, reforça a proposta da criação do Curso de Enfermagem Noturno e Matutino, como forma de proporcionar à comunidade o acesso ao ensino superior, sobretudo na área da saúde e da Enfermagem.

Apesar da criação do Curso de Enfermagem noturno com 60 vagas e do Matutino com 30 vagas, a partir de 2010, continuou-se a observar declínio no número de inscritos para o período matutino. Em 2011, houve abertura apenas de turma noturna, uma vez que, para a matutina, o número de candidatos foi insuficiente para compor a turma (ver quadro abaixo).

Relação Número de Inscritos – Vagas Oferecidas no Período de 2009 a 2011

Curso de Enfermagem – Matutino e Noturno

 

Processo Seletivo

Vagas Oferecidas

Nº Alunos Inscritos

Relação Candidato X Vaga

Matrículas 1ª Série

Série

Final

2009 (Matutino)

30

38

1,266

30

26 (3ª Série)

2009 (Noturno)

60

148

2,46

60

37 (3ª Série)

2010 (Matutino)

30

33

1,10

20

16 (2ª Série)

2010 (Noturno)

60

59

0,98

56

31 (2ª Série)

2011 (Noturno)

60

77

1,28

50

50 (1ª Série)

Foi realizada, no período de novembro a dezembro de 2010, autoavaliação do Curso de Enfermagem (ver quadro abaixo) e coletados dados para a elaboração do perfil do aluno apresentados pelo SAIFI (CPA), de maneira que os resultados permitam a comparação entre todas as séries e contemplando as temáticas: identificação, nível sócio econômico e sociocultural.

Os resultados obtidos por amostragem inferem que o corpo discente atual apresenta faixa etária variando entre 18 e acima de 40 anos, com renda familiar de 67% do alunado concentrada na faixa de 2 a 4 salários mínimos.

Os dados apontam que 60% dos alunos avaliados exercem atividades remuneradas em período integral, meio período em eventuais, e que 45% dos alunos avaliados contribuem economicamente, de forma parcial ou total com a sua família.

Dados da Avaliação Institucional - 2010

Série

Nº de Alunos

Avaliados

Possui Renda

Contribui Renda Familiar

Trabalho Remunerado

1ºA

14

11

6

8

1ºB

11

9

8

8

2ºA

7

6

1

3

2B

11

6

7

10

3ª Série Int.

11

7

5

7

4 Série Int.

16

8

5

6

Total

70

47

32

42

Total (%)

36%

67%

45%

60%

Frente ao exposto, a clientela do Curso de Enfermagem apresenta características próprias, compondo-se de alunos de Catanduva e região, inserindo-se no perfil econômico e social regionais, mas com objetivos profissiográficos próprios.

O Curso de Graduação em Enfermagem tem como finalidade contribuir para o desenvolvimento da assistência na área da saúde coletiva e individual, constituindo-se em centro de formação de recursos humanos na área da Enfermagem para Catanduva e demais municípios da região. Tem ainda como propósito, contribuir para o desenvolvimento do ensino e da pesquisa nas instituições educacionais e hospitalares mantidas pela Fundação Padre Albino, e pós-graduação “lato sensu”, oferecendo cursos que especializam o profissional conforme a necessidade do mercado de trabalho.

Para tanto, o Curso necessita, como estratégia para o aprimoramento da relação ensino-aprendizagem, a pesquisa multidisciplinar e o oferecimento de atividades de extensão à comunidade, aliados a uma oferta intermitente de atividades complementares, estágio supervisionado e atividades assistenciais em laboratórios especializados e prática clínica a partir da 1ª série. Esses elementos devem ser inseridos em uma grade curricular que contemple as normas estabelecidas na Resolução CNE/CES nº 4, 2009 em consonância com o perfil do corpo discente do Curso de Enfermagem.

Em atendimento a diligência do processo 201102659 – Ministério da Educação / Secretaria de Educação Superior de 10 de março de 2011, o Curso de Enfermagem da UNIFIPA estabeleceu a adequação da carga horária de 3420 para 4020 horas, integralizadas em 04 anos, de acordo com a Resolução CNE/CES nº04.2009, artigo 2º. IV. “a integralização distinta das desenhadas nos cenários apresentados nesta Resolução poderá ser praticada desde que o Projeto Pedagógico justifique sua adequação.”

Esta diligência foi concluída como atendendo “satisfatoriamente” as exigências de instrução processual estabelecidas para a fase de análise documental pelo Decreto nº. 5.773/2006 com as alterações introduzidas pelo Decreto nº 6.303/2007 e a Portaria MEC nº 40/2007.

bcurso enfermagem


Rua dos Estudantes, 225
Cep: 15809-144 - Catanduva / SP
(17) 3311-3328

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA