O mercado de trabalho do enfermeiro cresce e diversifica-se cada vez mais, devido a fatores como:

- Crescente qualificação do Enfermeiro proporciona atuação na área da gerência e educação;

- Presença do profissional Enfermeiro é exigida pela legislação nas instituições de saúde;

- Ampliação de unidades hospitalares de alta complexidade como Terapia Intensiva e Urgência e Emergência e consequentemente é exigida a atuação do Enfermeiro;

- Órgãos governamentais têm priorizado as ações no campo da saúde comunitária com ênfase no desenvolvimento de práticas que proporcionam a promoção e a proteção da saúde alicerçados na estratégia Saúde da Família, com a ação imprescindível do Enfermeiro;

- Ações governamentais no âmbito de saúde geram a criação de Ambulatórios Médicos Especializados – AMEs e Unidades de Pronto atendimento – UPAs.

O enfermeiro desenvolve atividades técnico-científicas da enfermagem em Assistência, Administração, Ensino e Pesquisa, no âmbito sócio-político e cultural, para assistência nas necessidades humanas básicas do individuo, família e comunidade com intervenções sistematizadas de amplo alcance, nos níveis de atenção primária, secundária e terciária nas diversas fases do ciclo evolutivo da vida, respeitando os princípios éticos que norteiam a profissão. Este perfil confere ao enfermeiro postura profissional transformadora em qualquer nível de desenvolvimento dos programas de saúde, atendendo aos princípios da universalidade, integralidade, equidade, solidariedade e hierarquização que norteiam o sistema de saúde vigente no país.

Profissionalismo, Humanismo e Competência são os atributos que hoje devem caracterizar os profissionais que se dedicam à enfermagem e o desenvolvimento de tais condições é um foco de preocupação.

O perfil dos egressos deverá refletir uma formação inovadora, interdisciplinar e de qualidade, diante das responsabilidades e funções que estes egressos terão que assumir no desempenho de sua profissão. O processo de cuidar implica em ter sólida formação que permita a compreensão, interligação e operacionalização dos aspectos que envolvem o assistir, educar, pesquisar e administrar, permitindo ao profissional autonomia intelectual, e segurança na tomada de decisão visto a busca é a intervenção profissional competente.

As habilidades e competências do profissional de enfermagem permeiam os seguintes níveis:

I - Atenção à saúde: desenvolvendo as diversas ações que abarcam o processo de cuidar; quais sejam: a prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Realizando uma prática integrada e contínua com as instâncias do sistema de saúde, analisando criticamente os problemas vivenciados e procurando soluções para os mesmos. Observando altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;

II -Tomada de decisões: assumindo com segurança decisões, fundamentando-as no uso apropriado, na eficácia e no custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para isto o enfermeiro deve estar preparado para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

III - Comunicação: mantendo os princípios éticos da confidencialidade das informações a eles confiadas. Desenvolvendo suas habilidades de comunicação verbal, não-verbal e de escrita e leitura, o dominando e tecnologias de comunicação e informação;

IV - Liderança: assumindo posições de liderança com compromisso de garantir o bem estar da comunidade, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;

V - Administração e gerenciamento: executando e planejando o gerenciamento e a administração tanto da força de trabalho quanto dos recursos físicos e materiais e de informação.

VI - Educação permanente: buscando continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática, novos conhecimentos. Denotando responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais. Além disso, proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação por meio de redes nacionais e internacionais.

 

bcurso enfermagem


Rua dos Estudantes, 225
Cep: 15809-144 - Catanduva / SP
(17) 3311-3328

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA